Páginas

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Ateísmo ganha cada vez mais apoio da mídia


Como se não bastasse o ateísmo cada vez mais crescente nas universidades, onde professores pregam que Deus no mínimo é uma crença duvidosa e transformam milhares de estudantes Cristãos em ateus, agora fica mais complicado ainda quando essa prática ganha força com os meios de comunicação.
Na noite do dia 31 de Janeiro deste ano, o programa "Super pop" da apresentadora Luciana Gimenes promoveu um debate com três membros de uma seita secreta denominada ILLUMINAT, com um representante da Igreja Católica e um representante da Igreja protestante, cujo tema foi a chegada o anticristo e a legitimidade da Bíblia.
No debate foi revelado que o Illuminat é uma sociedade secreta que prega o anticristo e que ele já se faz presente no mundo não na forma de uma pessoa mas em grupo de pessoas como uma organização que dominará o mundo através do endividamento financeiro e de uma religião que agradará a todos na qual suas práticas já são visíveis em dois aspéctos: o primeiro é a de colocar na cabeça das pessoas que Deus não existe e a segunda é pelo atrativo mercado de bens materiais que estimula a compulsividade de querer comprar e com as facilidades de empréstimos e finaciamentos à longo prazo com juros altíssimos, fazendo com que as pessoas fiquem cada vez mais dependentes do dinheiro.
Também no debate os membros dessa seita foram inconseqüentes atacando o Cristianismo com irresponsabilidade questionando a legitimidade da Bíblia alegando que ela foi escrita na base de uma pregação oral, por isso não pode ser totalmente confiável e que ela foi manipulada pela Igreja Católica. Citaram teorias manjadas sobre os Templários, sobre a inquisição, sobre o imperador Constantino e sobre o Concílio de Constantinopla.
O debate durou mais de 1 hora e rendeu diversos assuntos, inclusive que o Illuminat etá relacionado a fatos históricos como o terrorismo de Osama Bin Laden de 11 de Setembro e ao governo de George W. Bush e que o Presidente americano já sabia do ataque às torres gemeas e ao Pentágono antes daquele dia.
Sabemos que não podemos acreditar em tudo que vemos na Tv e que questionar a existência de Deus e criticar a Igreja Católica num veículo de comunicação de nível nacional causa um certo impácto na cabeça das pessoas, e que esse tipo de assunto provoca um aumento considerável na audiência desses programas de Tv e audiência é uma palavra que os donos dessas emissoras adoram.
Logo, devemos ter em mente que se nós Católicos somos a maioria e ficamos indiferentes enquanto meia dúzia de ateus colocam a boca no tronbone e causam um desconforto e um desrespeito desse com a nossa fé, não é difícil prever o que vai acontecer a médio prazo: "O filho do Homem encontrará fé quando voltar?"

Nenhum comentário: