Páginas

domingo, 4 de janeiro de 2009

Objetivos da Campanha da Fraternidade

A Campanha da Fraternidade deste ano promovida pela CNBB, está definida com o Tema: Fraternidade e segurança pública, e com o Lema: "A paz é fruto da justiça" (Is 32,17).
O que é a Campanha da Fratenidade e qual é o seu objetivo?

É uma campanha quaresmal, que une em si as exigências da conversão, da oração, do jejum e da doação.

Convoca os cristãos a uma maior participação nos sofrimentos de Cristo como possibilidade de auxílio aos pobres.

Inicia-se na quaresma e tem ressonância o ano todo (cf. CNBB, Pastoral da Penitência, Doc 34, n°. 4.3).

É um grande instrumento para desenvolver o espírito quaresmal: conversão, renovação interior,

ação comunitária em preparação da páscoa.

É um meio para viver os três elementos fundamentais da espiritualidade quaresmal: oração, jejum, esmola.

A CF é especialmente manifestada na evangelização libertadora: clama a renovar a vida da Igreja, a tranformar a sociedade, a partir de temas específicos tratados à luz do projeto de Deus.

É um chamado à conversão que incentiva a prática de gestos concretos de fraternidade, transformando situações injustas e não cristãs. É atualizadora da mensagem de Cristo, pois nos leva a penitenciar e agradar a Deus: repartir o pão com quem tem fome, dar de vestir, libertar os necessitados/excluídos e promover a todos.

OBJETIVOS PERMANENTES:

Despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, compromentendo os cristãos na busca do bem comum;

Educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor, exigência central do Evangelho;

Renovar a consciência da responsabilidade, de todos na evangelização, na promoção humana, em vista de sociedade justa (justiça e inclusão social) e solidária.

3 comentários:

Anônimo disse...

Pena de morte para os bandidos! Legalização do aborto para impedir o surgimento de novos bandidos!

Weliton Santos disse...

Como saber se a criança que está no ventre de sua mãe é um futuro assassino? Eu hein!?
Pena de morte para os bandidos não; prisão perpétua sim. Se vamos ter que pagar impostos para tratar de criminoso vagabundo na cadeia pro resto da vida? Que diferença faz? Vivemos num país que tem mais impostos no mundo, vc e eu trabalhamos 4 meses só para pagar impostos, que diferença vai fazer mais um?

Everton disse...

Todos os anos a igreja nos dá uma ajuda para preparemos o nosso coração para a Páscoa. Que ajuda seria essa?